21 maio, 2017

Sinopse:
Depois do conto de fadas protagonizado por Bárbara e Ian em O Garoto dos Olhos Azuis chegou a hora de conhecermos a história de outro casal encantado. Augusto Bittencourt, vulgo Monstro, é um renomado médico, dono de uma carreira sólida e do hábito de dispensar uma mulher atrás da outra sem piedade. Nunca se apaixonou e não acredita que um dia irá encontrar uma mulher interessante o suficiente para mudar esse fato. Mas o destino parecia pensar diferente, em uma madrugada fria ele presencia um terrível acidente de carro e conhece a garota sem nome. Uma garota que há muito tempo não sabe o que é ter um lar, se sentir segura e não precisar fugir de ninguém até que, em meio aos destroços, ela vê alguém correr em sua direção, um garoto que ela poderia jurar ter asas. Embora Augusto esteja muito longe de se parecer com um anjo, ele acaba por salvar a sua vida. Pela primeira vez, o médico de pouco humor e muito caráter terá que enfrentar e ir contra todos os seus princípios para cumprir uma promessa que não deveria ter feito e de quebra, quem sabe, se apaixonar. Em O Garoto que tinha Asas vamos descobrir se o príncipe encantado realmente vem montado em um cavalo branco ou se sua cor é o que menos importa em meio a uma singela releitura de A Bela e a Fera.


Minha Opinião

Gente, como eu consigo lidar com um livro desses? Estou com ele há séculos na estante e peguei para ler como quem não queria nada e agora tenho mais um amor literário. Sim, eu que sou apaixonada por qualquer história que se relacione com a Bela e a Fera, meu conto favorito, então sempre há grandes chances de me encantar ou de me decepcionar terrivelmente. Mas com esse livro da Raiza fiquei, como se fosse possível, ainda mais encantada.

Já tinha conhecido um pouco do Augusto... ops... Monstro no primeiro livro em que conhecemos sua irmã que casa com seu melhor amigo. Mas, poder realmente conhecê-lo, primeiramente me fez querer bater em alguém. Nele, pra ser mais exato, mas então, o cara que não acredita no amor que não seja o amor da família se vê numa situação inesperada. Ele presencia num estacionamento, de dentro do seu carro, uma cena, no mínimo estranha.

Uma mulher que parecia estar sendo perseguida sai com seu carro para estrada e Monstro que nunca pensou em outra pessoa que não fosse ele mesmo se vê seguindo a mulher e o homem que parecia segui-la em disparada num outro carro. Ele vê o outro carro, depois de várias tentativas de alcançá-la, jogá-la para fora da estrada ocasionando em um grande acidente. O homem que nitidamente tentou matá-la foi embora, mas Monstro não podia deixá-la ali. Talvez, porque fosse médico, ou porque só estava curioso. Ou...

Talvez eu apenas imaginava que aquela moça estava em perigo, que fosse apenas uma péssima motorista, e ele somente um homem qualquer em um dia ruim. Não pensei no que faria se conseguisse alcançá-los; só pensei nela, nela e em seu olhar, no olhar que achei ser destinado a mim, no olhar que senti que podia ver através de mim.
Aquele olhar foi o culpado por tudo o que aconteceu em seguida.

Quando ele se aproximou, a mulher era digna de pena e em seu último esforço pede para que aquele homem desconhecido cuide de sua vida que está bem no banco de trás do carro. Ele faz a promessa de que a ajudaria, sem ao menos saber o porquê. Quando se depara com uma grande surpresa se arrepende imediatamente de sua promessa.

Os capítulos se intercalam com a menina sem nome e conhecemos um pouco suas paranoias. Ela que parece estar constantemente fugindo de alguém desenvolveu vários TOC's para sua segurança. Não conseguimos saber, de início, toda sua história que fica cada vez mais intrigante. Não só para nós leitores como para toda a incrível família de Monstro e Beatriz.

Ela, durante o acidente, sem saída e completamente desprotegida, além de gravemente machucada só tem uma opção, deixar sua vida nas mãos de um desconhecido. Seu filho de três anos. Agora imagina um homem extremamente egoísta, apesar de ser apenas uma máscara para o grande homem que ele poderia ser se escolhesse se abrir mais. Mas ele é ogro, odeia crianças e nunca achou que poderia se apaixonar. Mas tanta coisa acontece que às vezes, àaas vezes, atrás da máscara de monstro podemos encontrar um verdadeiro príncipe encantado. *-*

(Ian) - O amor dá paciência, cara. Ele te dá tudo de que você precisa para ser o que a outra pessoa necessita. - Nada, absolutamente nada tinha o poder de me dar paciência, muito menos o amor. Ô sentimento desgraçado, por que todo mundo tinha que o achar tão importante? Dava para viver sem ele na boa.
- Gay. - Digo entredentes...

Acho que não consigo ainda expressar o que eu sentia enquanto devorava esse livro. É encantadora forma que a autora apresenta a história. Ficamos o tempo todo querendo saber do passado da menina, porque ela insiste em não confiar em ninguém, torcendo para que um certo coração de pedra amoleça e pelos desesperos ao ver a "Fera" quase se enrolar com a corda no pescoço por ser tão orgulhoso. 

Sem contar que... sou eternamente fã da Bárbara. Quem leu "O garoto dos olhos azuis" também se apaixonou (falo isso com convicção de que é impossível não gostar) e vai matar um pouco da saudade dessa personagem louca que sempre me faz gargalhar. 
Leiam, por favor, leiam! A escrita é tão cativante que 400 páginas quase se tornam 20. Sempre querendo mais e mais!!!

E que venha o livro do terceiro irmão Bittencourt
Que por sinal ja se encontra em formato digital na Amazon *--*
"O Garoto que eu Abandonei."


17 maio, 2017
Gente, a Carol Dias fez uma entrevista comigo e estou aqui divulgando o link para que vocês conheçam um pouco mais de mim. E aproveitem que vão estar no blog da editora mais linda do Brasil e dêem uma conferida! rs

Vou deixar uma perguntinha para deixá-los curiosos... kkk



Estrelas da Ler: Oi, Naty! Seja muito bem-vinda à Ler Editorial. Para que os leitores possam te conhecer melhor, queria que você contasse três coisas sobre você.
Naty Rangel: Olá! Estou muito feliz por esta oportunidade. Bom, a primeira coisa é que não sou apenas escritora. Sou formada e trabalho na área de Design Gráfico, também sou professora de informática e blogueira. Segunda: sou casada há quase oito anos e tenho um filho de quatro anos. Terceira: sou carioca, tenho 27 anos e me tornei leitora e, consequentemente, escritora graças a J.K Rowling e ao meu mundo bruxo favorito.


Beijinhos!!!



Joanne Reeves never considered herself extraordinary. She was a decorator by choice, trained in architecture. She worked full time in her ex-husband's office even though their relationship was troubled. She had a single friend, the best. With her she ran in the park, went to the nightclubs, risked finding a new love ... But it didn’t happen. She was beautiful, but she never inspired a second look; not by attraction. Being an ordinary person, it was difficult for Joanne to believe that a stranger, who she met in the hospital cafeteria, was interested. He knew her name, knew where to find her, had the hotter hands someone could have and disappeared in the blink of an eye. And yes, he was beautiful in the true meaning of the word. For someone ordinary and alone, how not to fall in love? All Joanne wanted was to believe, to give herself completely and to be guarded forever. A/N: Guard me Forever is a sensual paranormal romance.



My Review

The first book of the year was chosen because I just couldn't wait to read it, I've a great love for the writing of the Halice Frs, which hasn't disappointed me so far, with beautiful stories, remarkable characters and that always awakens me that will of watching the movies and saying that the book was so much better. Lol

True love raises the soul, doesn't perish in time and survives even to death. For something so strong, any sacrifice will always be worth it.

Well, "Guard Me Forever" tells the story of Joanne Reeves, an architect / decorator who works in the office of ex-husband Gary Brooks, who we discovered to have been a terrible husband, by the way, always downplaying his wife with his lovers young people he hired in his company.
Anne, now sentimentally free of her ex-husband, just wants to focus on work and sometimes spend time with Vanessa, a friend I didn't think was very cool for her, maybe a little selfish, but Anne didn't really have much choice. Then, after a disagreement with Gary during a meeting after a rather strange morning (apart from the fact that he almost twice had an accident) Joanne was simply exhausted and determined to resign. As if that were not enough, Gary tries to force her back with him because despite everything he had done he still loved her and then, suddenly he starts to infart.
Gary was rushed to a hospital and although Anne didn't feel anything for the ex, he couldn't deny that they had a story and she wouldn't be able to leave him alone. Even though he's an idiot (and this is who I am, not her, lol)
Then she stayed in the hospital and on one of her trips to the canteen, she came across a person who caught her attention.


"Do not be like that.
Joanne winced at the sound of the soft voice, very close to her ear, and turned to face the commenter. For a second the words fled. The gentleman, leaning on one of his arms on the counter, could be described as one of the most handsome men she'd ever seen. (translated by google)

This bland, but rather disturbing, voice caught his attention not only for the beauty, but with a brief conversation he seemed to know things about Anne's life and especially, knew his name without her mentioning it, but Anne didn't even have a chance to ask him.

They bump into each other and every time Joanne met the stranger he made her more confused, as if he hid something from her, and the fact that he always knew where to find her. Even so, Joanne didn't understand how she could trust that stranger. Plus, getting drawn to him, which wasn't difficult, Keeron, as she finally discovers when given the chance to ask, was charming and began to awaken feelings long dormant in Anne. If only she knew what she was getting into ...


What had been that meeting anyway? Or rather, what was wrong with that man? Always enigmatic, always in a hurry. The memory of the near-kiss swept away the thoughts in Joanne's mind. There remained the warm, vivid impression of male closeness, the itchiness in his neck, and the promise of meeting the next day.
(translated by google)

This book is wonderful, a story well in the style that I like and that, I must confess, has been a long time that I don't meet with this quality. I started reading the book at 6:00 pm one day and at 8:00 am the next day I was finished. I went to work and the story didn't leave my head for nothing! Swear! I'm really in love, with the three books I alread read from the author, "Guard me forever" is at the top! It won me already in the preface, which, by the way, has only 2 pages, accept it! She rocks. LOL

13 maio, 2017


Sinopse:
O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.


Minha Opinião

Neste livro conhecemos um mundo dominado pela cor do sangue. Humanos de sangue vermelho são condenados a uma vida de submissão enquanto os que possuem o sangue prateado têm o poder. Não só o poder que o dinheiro traz, como literalmente um tipo de "magia" de acordo com a sua família. Todos os prateados possuem esses poderem e isso é o que lhe dá soberania. 
Logo conhecemos Mare, uma vermelha batedora de carteiras. Sua família é tão miserável como as outras famílias de vermelhos, seus dois irmãos mais velhos passaram pelo recrutamento ao chegar na maioridade e para um vermelho, ir para a guerra, que perdurava anos, era praticamente a morte. Os Prateados apesar de todo o seu poder usavam a força vermelha em suas guerras a fim de não sujar suas mãos com seus próprios conflitos.

Os prateados não têm nada a temer de nós, vermelhos. Todo mundo sabe disso. Nós somos iguais, embora, talvez não dê para perceber só de olhar. A única coisa que nos diferencia - pelo menos por fora- é que os prateados andam eretos. Já nossas costas são curvadas pelo trabalho, pera esperança frustrada e pela inevitável desilusão como nosso fardo na vida.

A única forma de um vermelho não ir para a guerra era ter um emprego antes da sua convocação. Mare agradecia por sua irmã mais nova ter um emprego, mas ela, sempre sempre se sentia diferente. Não tão forte quanto os irmãos ou mais prendada e inteligente como a caçula. Sempre a ovelha negra da família que não era fã da forma que ela levava a vida. Mare também tinha um amigo,  Kilorn e ao descobrir que ele havia perdido o emprego se desesperou. O problema era que ele já tinha dezoito anos e teria que servir ao exército. Mare que se sentia atraída pelo amigo, ficou desolada e pensou em alguma forma de ajuda-lo, infelizmente ela teria que roubar muitas carteiras em muito pouco tempo para conseguir pagar uma fuga que não resultasse na morte dos dois. Ela tentou, com a ajuda da irmã mais nova roubar prateados em sua "vila" e um desastre aconteceu com sua irmã impossibilitando qualquer possibilidade de continuar em seu trabalho.

Numa noite, se sentindo culpada por tudo que acontecia com a sua família e por se sentir impotente por não conseguir ajudar Kilorn, ela decide continuar com seus furtos e tentar a sorte. Nesta noite ela encontrou um homem que a ajudou mesmo depois dela tentar roubá-lo. Não só isso, o homem, solidário, que dizia ter um bom trabalho no Castelo, conseguiu um emprego para ela. Assim, suas esperanças em livrar o amigo daquele destino só aumentou. Infelizmente no primeiro dia no Castelo, Mare precisa encarar uma "festa" em que prateadas de todos os lugares vinham para mostrar seus poderes para o Rei e assim o príncipe herdeiro escolher sua esposa.

Mare se vê no meio desta festa rodeada de prateados poderosos que usavam uma grande arena para que as mulheres pudessem demonstrar seus poderem na frente de toda a alta sociedade. Infelizmente, para Mare, seus problemas estavam só começando. Quando a favorita da nobreza, Evangeline, se apresentava, um dos camarotes que Mare servia despencou devido ao poder de controlar o metal que a prateada usava. Mare caiu bem no meio da arena. Como se ela não fosse absolutamente nada Evangeline lhe atacou e para a surpresa, não só do público, mas também de Mare, ela retribuiu o ataque com um poder. Poder este que ninguém nunca havia visto se manifestar em um vermelho.  Digamos que foi somente por isso que ela continuou viva para contar o resto da história. rs

O livro é maravilhoso, eu me encantei e não consegui parar de ler enquanto não terminou. São varias reviravoltas antes mesmo da página 50. E ao terminar, quase chorei querendo continuar. Além deste livro temos um extra e mais duas sequências que já comprei. rs O livro, que pensei ser algo completamente diferente, tem ação, romance, traições, revoltas e muita treta prometida para o resto da série. Quem leu A Seleção e gostou irá, sem dúvidas, se apaixonar. Quem não gostou de A Seleção... também.. porque é muito melhor kkkk

-Vocês se consideram os donos do mundo, reis, deuses. Mas seu império está no fim. Enquanto não nos reconhecerem como humanos, como iguais, a guerra baterá à porta das suas casas. Não nos campos de batalha, mas nas suas cidades. Nas suas ruas. Onde vocês moram. Vocês não nos veem, e por isso já estamos em todo lugar. (...)
- E nós vamos nos levantar. Vermelhos como a aurora.
12 maio, 2017
Hello People!!

Hoje o post também será em inglês *-* Porque vou aqui divulgar o trabalho da Querida Halice FRS.
O livro Guarde-me para sempre foi tradzido para o ingles e agora ela esta se tornando internacional!
*Pulos de alegria*
E fico imensamente feliz em poder divulgar essa noticia para vocês!!

 Para ler a sinopse e a resenha em português, clique aqui
_______________________________

True love raises the soul, does not perish with time, and survives even death. For something so strong, any sacrifice will always be worth it.

Today the post will also be in English * - * 
Because I'm here promoting the work of Dear Halice FRS.
The book "Guard me Forever" has been translated into English and now it's becoming international!
* Cheers for joy *
And I'm immensely happy to be able to spread this news to you !!

Let's get to know the story?

Joanne Reeves never considered herself extraordinary. She was a decorator by choice, trained in architecture. She worked full time in her ex-husband's office even though their relationship was troubled. She had a single friend, the best. With her she ran in the park, went to the nightclubs, risked finding a new love ... But it didn’t happen. She was beautiful, but she never inspired a second look; not by attraction. Being an ordinary person, it was difficult for Joanne to believe that a stranger, who she met in the hospital cafeteria, was interested. He knew her name, knew where to find her, had the hotter hands someone could have and disappeared in the blink of an eye. And yes, he was beautiful in the true meaning of the word. For someone ordinary and alone, how not to fall in love? All Joanne wanted was to believe, to give herself completely and to be guarded forever. A/N: Guard me Forever is a sensual paranormal romance.

Tell me the truth. You were curious.
Can you imagine when I post the review in English?
So be aware that soon the review will be translated ...
Meanwhile, you who are impatient, how about buying for a great price!
bit.ly/2guardmeforeveramazon
29 abril, 2017

Fascinado pela jovem jornalista Danielle Hall, desde que a viu no Central Park, o vampiro Ethan McCain não mediu esforços até atraí-la. Arrogante, acreditou que a descartaria depois que a possuísse. Porém, se apaixonou, antes mesmo de conquistá-la. Agora, após desencontros, erros e acertos, estavam próximos, mas a humana ainda não lhe pertencia. Seria preciso despertar em Danielle a mesma paixão, para que aceitasse viver eternamente ao seu lado. Ethan ainda deveria aprender a lidar com seus próprios sentimentos, como a passionalidade e a insegurança, sensações potencializadas, que dificultavam a revelação sobre sua imortalidade e abalavam sua liderança sobre os demais vampiros do grupo, deixando todos vulneráveis ao inimigo cada vez mais próximo.
 Minha Opinião:


Vamos falar de Ethan McQuim com esse livro recebido em parceria com a própria autora Halice FRS *-*
"Advogado que, de modo gratuito e perturbador, invadia sua vida"
Só li verdades. rs

Neste segundo volume, muitas coisas acontecem Dana que agora está solteira e desempregada, precisa das um rumo para sua vida. Ela, já recuperada de uma tal doença que a deixou de cama, fica o tempo todo ocupando seus pensamentos com um advogado que não era seu ex Paul.
Ethan, enquanto isso, se esforça, agora de forma um pouco mais justa, a conquistar o coração de sua amada. Porque você que leu o primeiro livro sabe que Ethan sabe ser sem noção. Às vezes, apagando memórias como trocava de roupa. rs (exagerei... Ok)
Mas vamos à uma opinião de leitora impaciente? Ele já podia ter se declarado a séculos! Sem um monte das besteiras que ele já tinha feito. Mas ele não o faz e eu até entendo o lado do vampiro irresistível (parei rs). Ele nunca se apegou a ninguém, haviam fantasmas no seu passado que literalmente estavam voltando para assombrá-lo e virar sua vida de cabeça para baixo. Além dele saber que se Dana o aceitasse, seu relacionamento seria algo mundo mais profundo e eterno. E se quando ela descobrisse tudo o que ele tinha feito, ela o repudiasse? Ele ainda precisava assumir sua real natureza e tudo o que ela havia de escuro em eu passado. Era aí que as suas dúvidas se tornavam enormes obstáculos.

 “Parecia piada do destino que tivesse se apaixonado pela filha de um reverendo, ingênua o bastante para acreditar que o mal jamais a espreitava. Nos últimos dias, um ser maligno não somente dormiu abraçado a ela, como logo voltaria a molestá-la.”

Ficamos então, nós leitores, desesperados para que Ethan consiga finalmente se declarar e dizer e confessar toda a verdade que ele conhece. Se ligou que eu disse “que ele conhece” né? ;)
E outras situações paralelas que não eram assim tão distantes do provável casal também acontecem para agravar seus problemas que não eram poucos. E assim me vi apaixonada e presa à essa trama que me fez entrar em desespero várias vezes. Já estou aqui imaginando as tretas do terceiro livro sabendo que a Halice FRS vai dar um jeito de superar minhas expectativas e me surpreender.

Já sou fã, não canso de dizer isso. Sou apaixonada pela escrita dessa autora que ainda não me enviou um livro que eu tenha dito ser menos que “Maravilhoso!”

 Conheça a resenha do primeiro volume da Trilogia Amor Imortal: Obsessão

Classificações

Quem sou eu

Minha foto
Oi, muito prazer, eu sou a Naty, carioca e formada em Design Gráfico. Sou apaixonada por esta pequena parte blogueira de mim. Também sou mãe coruja, casada e já tenho 3 livros escritos: A duologia "Retratos de uma Vida" e o spin-off "Sob sua Vigilância" que são os primeiros de vários livros que desejo escrever para todos vocês!

Redes Sociais

Última Resenha

[Resenha] O Garoto Que Tinha Asas - Raiza Varella

Instagram

Eu Apoio

Movimento Literatura Nacional Eu Apoio!

Leitores

Editoras 2017



Tecnologia do Blogger.

Book Tour

Leitura Atual

Lidos em 2017

  • 01. Guarde-me para sempre
  • 02. Doce Sedução
  • 03. Uma Vez Você, Uma Vez Eu
  • 04. A Rainha Vermelha
  • 05. Simplesmente Irresistível
  • 06. O Garoto que Tinha Asas

Lidos em 2016

  • 01. Herdeiros do Trono
  • 02. Surpreendente
  • 03. Grey
  • 04. Branca de Neve
  • 05. Amante Desperto
  • 06. Reflexo
  • 07. Intenso Demais
  • 08. Diário de uma Assassina
  • 09. Ridículas Cartas de Amor
  • 10. Surpresa Irresistível
  • 11. Álbum de Casamento (2x)
  • 12. O Garoto dos Olhos Azuis
  • 13. Maliciosa
  • 14. De Repente, o Destino
  • 15. A Fada Madrinha
  • 16. O Duque e Eu
  • 17. O Ar Que Ele Respira (inglês)
  • 18. Loui, o Palhaço Medonho e outros Contos Sombrios
  • 19. Obsessão - Amor Imortal 1
  • 20. Magisterium, o desafio de ferro
  • 21. Círculo de Fogo
  • 22. Teoria do Amor
  • 23. Magisterium - A Luva de Cobre
  • 24. Bichanos
  • 25. Aparências
  • 26. Magisterium - A Chave de Bronze

Banner

Banner - Blog Literário

Visitas do Mês